Com imenso pesar, a Sociedade Brasileira de Dermatologia regional Santa Catarina, comunica o falecimento do professor Jorge José de Souza Filho, ocorrido na manhã desta sexta-feira (26/03/2021). O corpo estará sendo velado na capela “D” do cemitério municipal do Itacorubi, a partir das 8h e o sepultamento correrá a partir das 11h30min.

Nosso mestre, Dr. Jorge ou “Dr. Jacaré”, como era conhecido por todos, foi daqueles professores irreverentes que deixam em cada um dos seus alunos uma marca indelével da sua sabedoria, como uma sólida informação que serve de base para todas as outras que virão. Dr. Jorge nasceu em Florianópolis em 1937 e formou-se médico em 1964 pela Universidade Federal do Paraná. Especializou-se em Dermatologia no Hospital das Clínicas em São Paulo pela USP. Ingressou na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) 1967 como Auxiliar de Ensino responsável pela disciplina de Dermatologia.

Progrediu como professor assistente em 1976, adjunto em 1989 e professor titular de Dermatologia em 1990. Criou e presidiu, em Florianópolis, a secção regional da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) de 1974 a 1992. Em 1984/85 presidiu nacionalmente a SBD. Publicou diversos artigos científicos e livros, com paixão especial pelas Farmacodermias, que resultou no livro “Drogas e Doenças em Dermatologia”. Também foi profundo investigar de Genodermatoses principalmente a Poroceratose de Mibelli e ajudou a difundir os conhecimentos sobre os tratamentos dermatológicos com nitrogênio líquido.

Além de mestre brilhante nas suas aulas ministradas na cadeira de Dermatologia e centenas de congressos, foi maravilhoso profissional e pessoa impar em carisma e sabedoria. Apesar de ser octogenário nunca deixou de estudar, se atualizar, praticar e ensinar a arte da Dermatologia. Nos últimos anos, além do consultório, dedicava-se a ensinar, participando de reuniões anátomo-clínicas científicas que ocorriam todas as quintas feiras no Hospital de Caridade.

Abre-se, então, essa nova etapa sem na sua presença motivadora e inspiradora, ficará para sempre a saudade de um professor que jamais será possível substituir. A paixão e dedicação que colocava no ensinamento da Dermatologia sempre foram um motor para aprendizagem não só de residentes e dermatologistas, mas também de outras especialidades. Sua retidão como profissional e pessoa sempre servirão de exemplo a todos os médicos.

Agora que chegou sua hora, chega também esta inevitável melancolia por saber que você nosso mestre se foi. Nossos caminhos não irão mais se cruzar, mas faremos tudo para honrar os seus ensinamentos.

Obrigado por tudo, professor!

Neste momento toda a Sociedade Brasileira de Dermatologia está de luto.

Deixamos acima essa singela homenagem e as condolências as suas filhas e familiares, desejando conforto neste momento tão difícil.

À diretoria SBD-SC