Hoje teve início em Florianópolis a 13º Conferência Brasileira sobre o Melanoma. Evento consolidado no calendário nacional, reúne médicos dermatologistas, patologistas, oncologistas clínicos e cirurgiões oncológicos de todo o Brasil, além de Experts internacionais, reforçando a multidisciplinaridade como conceito fundamental no cuidado ao paciente portador de Melanoma.

 

O Melanoma é o terceiro câncer de pele em frequência. No entanto é, infelizmente, o mais letal. Apesar dos recentes avanços no tratamento dos pacientes com doença avançada terem permitido um aumento expressivo da expectativa e qualidade de vida, a cura do Melanoma ainda hoje só pode ser atingida através do diagnóstico precoce.

 

Neste cenário o Médico Dermatologista tem papel de destaque. Através do exame clínico dermatológico, aliado ao exame dermatoscópico, o Dermatologista é capaz de identificar e diferenciar as lesões benignas das suspeitas, recomendando a biópsia (método que permite o diagnóstico) quando necessária.

 

Todo paciente deve ter sua pele examinada por inteiro pelo menos uma vez ao ano, sendo este intervalo abreviado nos pacientes de maior risco.

 

Procure um Dermatologista associado à SBD.

 

Realize o exame dos seus nevos (“sinais e pintas” de pele).

 

Esta atitude salva vidas!